Então é Natal... Num piscar de olhos o ano passou e cá estamos todos nós envoltos nessa correrria chamada "compras de Natal". Nem sempre é fácil encontrar o presente certo para uma pessoa. Não sabemos o suficiente para escolher o modelo certo da blusa, a fragância mais apropriada de um perfume, o número do calçado, etc. Chega a ser angustiante comprar algo para alguém. Olhamos tudo e pensamos... Mas e se ele (ou ela) não gostar?
Para solucionar esse meu (seu, nosso) problema, resolvi dar algo que eu sei que agrada multidões. Doces! Mais especificamente Brownies. Além disso, é super fashion dar de presente uma coisa que foi você quem fez. Ou seja, a gente economiza, faz bonito pra geral e ainda por cima não erra. Quem é que não gosta de comer coisa gostosa? 

A minha dica natalina é: Dê brownies dentro de potes bonitos embrulhados num papel celofane com um laço bafônico!

Não entrem em desespero. Eu ainda vou fornecer a receita mega power perfeita de brownie para vocês, meus queridos leitores. O nome dele é Brownie Sundae. Ele é mais gostoso do que o Theo (da novela Salve Jorge) vestido com a farda do exército, ele é mais harmonioso que Roberto Carlos cantando "Esse cara sou eu". Garantia de sucesso!
Como eu já publiquei essa receita aqui no blog não vou escrever de novo. Basta vocês clicarem AQUI e pronto. Passo a passo na mão. Simples de fazer. No stress. Nada de ficar horas na cozinha.



Desfrutem o Natal, galera. Esqueçam os enbrulhos. Esse dia é para comemorarmos o nascimento daquele cara que nos ensinou a amarmos o próximo, que nos ensinou a estender a mão para aqueles que os outros querem apedrejar e que nos ensinou a perdoar nossos inimigos.

Desejo, em ritmo de cordel, um Feliz Natal para todos. Beijos no coração.

Enjoy!






O legal de optar por fazer receitas com adoçante (ao invés de usar açúcar) é ver como essa opção causa um impacto positivo na vida de tantas pessoas. Fico muito feliz com as mensagens de leitores agradecendo as receitas e de como elas estão ajudando a terem acesso a coisas que já tinham dado como perdidas. Uma querida leitora informou que seus bolos diet nunca davam certo, não cresciam, não ficavam bons... Até que fez o bolo de cenoura diet aqui do blog. Ela ficou contente e muito mais o marido dela que é diabético.
Acho que por ser dona do blog e nutricionista, esse tipo de situação deixa-me com um sorriso de orelha a orelha. Quando escolhi a minha profissão foi exatamente para isso.

Então... Para celebrar eu fiz hoje um bolo de fubá diet e o dedico a todos os meus queridos leitores que precisam desse tipo de receita. Vamos dizer o nosso mantra em voz alta galera: "Sem Açúcar, Mas Com Sabor"! :) 

Enjoy!


  • 1 xícara (chá) de fubá
  • 3/4 xícara (chá) de farinha de trigo
  • 4 colheres (sopa) de adoçante em pó para forno e fogão
  • 1 gema
  • 4 claras em neve
  • 3 colheres (sopa) de azeite
  • 1 xícara (chá) de leite morno
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • erva-doce (opcional)

Bater a gema, o adoçante e o azeite por 5 minutos. Acrescentar o fubá, a farinha de trigo, o fermento e o leite morno. Bater novamente.
Incorporar as claras em neve à massa delicadamente.
Untar e enfarinhar uma forma redonda com buraco no meio.
Levar ao forno médio preaquecido até dourar.



O mundo diz que soja faz bem para a saúde, mas as pessoas geralmente não sabem preparar. Aí comem coisas sem graça e acham que a pobre soja é assim.
O grão de soja é muito versátil! Podemos usá-lo para fazer saladas ou até mesmo para preparar um delicioso feijão tropeiro de soja.
Esse prato é excelente para o verão. Alimenta e é saudável.

Enjoy!


  • 1 xícara (chá) de grão de soja ou feijão de soja
  • 1 lata de sardinha [se quiser pode substituir por atum]
  • 2 ovos cozidos
  • 1 cebola picada
  • salsinha
  • azeite
  • sal

Colocar o grão de soja numa panela de pressão com 1 litro de água. Com a panela destampada, espere levantar fervura e deixe por 10 min. Jogar a água fora e colocar 1 llitro de água novamente. Adicionar sal (se quiser pode substituir por 1 cubo de caldo de galinha) . Tampar a panela e deixar na pressão por 20 min. Escorrer.
Colocar o grão de soja (já cozido) numa vasilha. Acrescentar a sardinha (não desprezar o azeite ou o molho. Vai com tudo!), os ovos cozidos picados, a cebola e a salsinha. Temperar com azeite e sal. Servir.

Apesar de ser carioca mão curto muito o verão. Esse calor sufocante faz com que eu me afaste da minha cozinha! Não sinto vontade de fazer nada, porque só de ficar 5 minutos na boca do fogão já estou com aquela sensação de mal estar. Então, não tenho feito nada de elaborado. Refeições rápidas e sem fricotes.
Escolhi um peixe por ser leve e de fácil disgestão comparado com um pedaço de carne vermelha. O cação é legal até para crianças por não ter espinhas. Carne macia e suculenta.

É isso. Enjoy!

  • 1 colher (sopa) de azeite
  • 1 1/ colher (sopa) de gengibre picado
  • 500g de cação em cubos
  • 1 colher (chá) de shoyu
  • 1 colher (sopa) de saquê culinário
  • 100 mL de caldo de peixe
  • gergelim
  • 500g de aipo em cubos
  • 2 colheres (chá) de farinha de milho misturada com 2 colheres (sopa) de água
  • sal e alho para temperar o peixe.

Tempere p cação com sal e alho.
Aqueça o azeite na wok (se não tiver use uma frigideira grande). Frite o gengibre por alguns segundos até soltar o aroma.
Junte o peixe e frite por 1 minuto. Acrescente o caldo de peixe e espere ferver. Adicione o shoyu, o saquê e o gergelim. Mexa bem.
Acrescente o aipo e espere levantar fervura. Junte a pasta de farinha de milho, mexendo até o molho engrossar e ficar translúcido.



Bistecas... . Acho essa palavra tão estranha! Parece nome de cachorro levado, daqueles que não param de pular. Por isso eu prefiro usar o nome Carré. Acho mais simpático.

Sempre comi carré aqui em casa e esse é um tipo de carne que eu curto comer com a mão. Segurar aquele ossinho e voltar ao tempo das cavernas é muito massa! Não adianta a galera que ama as regras de etiqueta me informar que isso é muito pavoroso. A questão é que não tem como apreciar como se deve um carré usando garfo e faca. Acho que sou quase uma neandertal.

Mas relaxem, pessoal. Caso alguém me convide para almoçar fora, eu juro que uso os talheres caso sirvam-me um carré... Controlo-me e deixo esse meu hábito para o meu lar doce lar.

Essa receita é bem interessante e saborosa. Usam-se ervas e mostarda para temperar. Além disso, a carne é assada e não frita. Nada de sujeira pela cozinha.

Enjoy!



  • 4 colheres (chá) de mostarda
  • tomilho
  • alecrim
  • sal
  • pimenta-do-reino
  • 4 bistecas de porco com a gordura aparada
  • 2 cebolas fatiadas
  • 1 colher (sopa) de azeite

  1. Preaqueça o forno a 180ºC.
  2. Misture a mostarda, o tomilho, o alecrim e tempere com sal e pimenta-do-reino.Esfregue a mistura nas bistecas e reserve.
  3. Coloque a cebola em uma assadeira. Salpique sal sobre elas e regue-as com azeite.
  4. Disponha as bistecas sobre as cebolas.
  5. Leve ao forno por 40 minutos ou até que a carne esteja cozida.




Uma das mellhores coisas da vida é comer. Não adianta dizer que não é. Sabe por quê? Se você estiver com fome e a comida estiver ruim isso causa mau humor. Se você gosta de comida quentinha e ela estiver fria isso lhe deixa insatisfeita ou até mesmo aborrecida. É meu povo... Nós vivemos em função de uma bela refeição. Ela determina a felicidade de nosso dia. 
Quando eu era pequena adorava ouvir histórias. Há uma chamada "Os 3 machados e os 3 desejos". Imaginem só... Um gênio aparece e diz que você tem 3 desejos. Pode pedir o que quiser. Sabe o que a personagem pede? Uma linguiça para poder comer no jantar! Eu acho que ela foi meio idiota, mas quem sou eu para julgar. Tem horas que eu daria tudo por um belo pedaço de bolo ou pão.

Não adianta negarmos... Nós vivemos para comer e comemos para viver.

Quem quiser ouvir a historinha que eu comentei... Segue abaixo o vídeo.


Enjoy!

  •   2 xícaras (chá) de arroz integral 
  • 400 g linguiça cortada em fatias finas (pode ser linguiça de frango ou calabresa)
  • 400 g de frango (coxas e sobrecoxas)
  • 3 tomates picados
  • 2 cebolas grandes picadas
  • 2 pimentões médios picados
  • 3 ovos cozidos
  • alho a gosto
  • sal a gosto
  • óleo
  • azeitonas a gosto
  • azeite

 Modo de Preparo

  1. Tempere o frango com sal e alho a gosto. Reserve.
  2. Aqueça em uma panela o óleo e refogue a linguiça até dourar e reserve à parte.
  3. Na mesma panela refogue o frango aos poucos até dourar e reserve á parte.
  4. Nesta mesma panela aqueça o azeite e refogue as cebola, os tomates, os pimentões, acrescente a linguiça e o frango e mexa até formar um molho
  5. Acrescente o arroz e mexa bem
  6. Adicione água fervente até ao ponto de cozinhar o arroz
  7. Deixe secar a água, e depois abafe para enxugar
  8. Quando o arroz estiver cozido e enxuto acrescente o cheiro verde e azeitonas a gosto, mexa bem
  9. Em um refratário, coloque todo o arroz e decore com os ovos cozidos (em rodelas ou partidos em 6 partes).



 Depois do feriadão minha vida ficou tão frenética que fiquei um tempinho ausente da cozinha. Mas o mês de dezembro é o mês da minhas férias! (E a galera vibra \0/). Portanto, as postagens serão intensas. Aguardem.

Então, meu povo... Escolhi um arroz de peixe (super saudável) para inaugurar meu descanso merecido. Eu amo prato único. Só de não ter que pensar o que pode combinar com tal prato é uma benção.

Espero que gostem. Receita prática, rápida, saudável e deliciosa.

Enjoy!

  •  2 colheres (sopa) de óleo
  • 1 cebola grande picada
  • 3 dentes de alho espremidos
  • 2 latas de tomates sem pele e sem sementes
  • 75 mL de vinho tinto
  • 3 a 4 xícaras (chá) de arroz cozido
  • 1 lata de milho verde
  • 1 lata de ervilha
  • 3 filés grandes de linguado cortado em pedaços (aproximadamente 1,2 kg de peixe)
  • salsa fresca picada
  • gersal
  • pimenta-do-reino a gosto
  • sal a gosto

  1. Temperar o peixe com gersal e pimenta-do-reino. Prove e caso ache necessário ajuste com sal. Reservar.
  2. Aqueça o óleo numa frigideira grande e refogue o alho e a cebola até ficarem macios.
  3. Adicione as latas de tomates e o vinho tinto. Salpique pimenta-do-reino e misture. Depois que começar a ferver, deixe cozinhar durante 10 minutos ou até o molho ficar grosso.
  4. Acrescente o arroz, a salsa, o milho verde, a ervilha e o peixe. Mexa suavemente e deixe cozinhar até que o peixe não esteja mais cru.



Esse bolo ficou imbatível! Quanto mais eu testo novas receitas diet, mais eu não compreendo como as pessoas possuem coragem de falar que receitas diet são ruins. Isso é preconceito com adoçante! É a única resposta. O bolo de ameixa diet ficou tão bom quanto um bolo feito com açúcar refinado.
Aprovadíssimo por todos da família... Até minha cachorra quis comer..rs

Até a próxima. Enjoy!



BOLO DE AMEIXA
  • 3 ovos (claras e gemas separadas)
  • 100g de margarina light
  • 1/2 xícara (chá) de frutose
  • 1 xícara (chá) de farinha de trigo integral
  • 1 xícara (chá) de farinha de aveia
  • 1 copo de iogurte natural desnatado
  • 1 xícara (chá) de ameixas secas picadas
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó

Bater as gemas, a margarina e a frutose. Acrescentar as farinhas e o iogurte. Bater novamente. Adicionar as ameixas e misturar bem.
Incorporar as claras em neve e o fermento em pó delicadamente até adquirir uma massa homogênea.
Untar e enfarinhar uma fôrma. Colocar a massa e levar ao forno médio, 180ºC, por 40 min.


 



Adquiri um livro de receitas que se chama "Coração Saudável - receitas saborosas e com baixo teor de gordura". Não adianta só comer frutas 5 vezes ao dia e achar que por causa disso o exame de sangue ficará perfeito quando algum médico solicitar. Acredito que todas as refeições precisam ser mais saudáveis! Muitas pensam que dieta é cortar coisas da alimentação, porém na verdade a boa dieta caracteriza-se pelas escolhas certas. Por exemplo, não precisamos deixar de comer carboidrato, mas podemos optar por comer arroz/macarrão integral; não precisamos comer biscoitos industrializados que são cheios de conservantes e açúcar, podemos fazer biscoitos caseiros integrais ou de frutas; etc.
Por isso, escolhi essa receita de frango empanado para mostrar em como uma preparação com frango pode ser deliciosa mesmo não sendo frita. Basta sabermos usar os temperos.

Enjoy!

  • 10 coxas de frango sem pele ou 10 filés de frango
  • 100g de farinha de rosca
  • 2 dentes de alho espremidos
  • 1 colher (chá) de tempero cajun
  • 1 colher (chá) de tomilho
  • 1 colher (chá) de orégano
  • 2 colheres (chá) de manjericão
  • 1 copo de iogurte natural desnatado
  • óleo para untar refratário
  • Sal e pimenta-do-reino a gosto

Tempere o frango com sal e pimenta-do-reino a gosto. Reserve.
Numa tigela, misture a farinha de rosca, o tempero cajun, o alho e as ervas.
Unte ligeiramente uma assadeira com óleo.
Passe o frango pelo iogurte e depois pela mistura de farinha de rosca. Arrume na assadeira e leve ao forno a 180-190ºC durante cerca de 30 minutos ou até ficar bem dourado e bem assado.

Dica: Prepare este prato imediatamente antes de servir.

P.S: Eu me inspirei na receita do livro, mas mudei as quantidades dos ingredientes e resolvi temperar o frango também.



Fiz mais um bolo diet, ontem à tarde, para poder lanchar algo enquanto assistisse The Voice Brasil (estou torcendo para Ju Moraes e Mira Calllado). 
Minha mãe e minha avó disseram que esse foi o melhor bolo diet que já fiz até agora. Falaram que é o High Top! Cá entre nós... Realmente ficou magnífico.
O preparo não é rápido, porque tem que picar maçãs e espremer laranjas. Porém, vale muito a pena.
Não deixem de fazer! Essa é mais uma receita da série "Sem Açúcar, Com Sabor".

Enjoy!




  • 1 xícara (chá) de adoçante para forno e fogão
  • 1 xícara (chá) de farinha de trigo integral [caso não tenha pode substituir pela farinha de trigo comum]
  • 1 xícara (chá) de suco de laranja
  • 1 xícara (chá) de aveia em flocos
  • 3 maçãs picadas em cubos pequenos
  • 1 colher (chá) de canela em pó
  • 1 colher (chá) de cravo em pó 
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • 100g de margarina light
  • 2 ovos
  • 1 pitada de noz-moscada
  • Coco ralado para decorar [opcional]

Misture a farinha de trigo, a aveia, o adoçante, as especiarias e o fermento em pó em uma tigela. 
À parte bata a margarina e os ovos. Alterne o suco de laranja com os ingredientes secos que foram misturados. Por fim adicione as maçãs. Coloque a massa em uma assadeira untada e enfarinhada. Asse em forno preaquecido, 180ºC, por 30 minutos. Polvilhe coco ralado. Espere esfriar e sirva.




Mandioquinha ou batata-baroa é uma raiz com propriedades nutricionais importantes e um sabor peculiar. 
Ela contém níveis razoáveis de vitamina A , vitamina B3, fósforo, manganês e também é uma fonte importante de energia devido ao seu teor de carboidrato (porém não é a rainha das calorias). Além disso, graças a fácil digestibilidade de seu amido, essa raiz é recomendada para crianças e idosos.

Eu adoro mandioquinha e confesso que essa receita a tornou mais deliciosa. Preparo fácil, sem erro.

Enjoy!

  • 1kg de mandioquinha descascada e cortada em rodelas [se não tiver pode substituir por batata inglesa]
  • 1 colher (sopa) de manteiga
  • 1 cebola grande ralada
  • 1 pitada de noz-moscada ralada
  • 1 colher (chá) de amido de milho
  • 1 xícara (chá) de leite [usei leite desnatado]
  • 1 copo de requeijão (250g)
  • sal a gosto
  • 2 colheres (sopa) de farinha de rosca
  • 2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
  • salsa picada a gosto

Modo de preparo
  1. Aqueça o forno a 180ºC. 
  2. Cozinhe a mandioquinha em água fervente até ficar macia. Reserve.
  3. Em uma panela, derreta a manteiga e refogue a cebola até ficar transparente.
  4. Junte a noz-moscada.
  5. Dissolva o amido de milho no leite e adicione à cebola refogada.
  6. Acrescente o requeijão e, se necessário, tempere com sal.
  7. Mexa bem e cozinhe em fogo baixo até o molho ficar encorpado e homogêneo.
  8. Em um refratário ponha a mandioquinha cozida, cubra com o molho, polvilhe a farinha de rosca, o queijo parmesão e a salsa.
  9. Leve ao forno por cerca de 20 minutos ou até dourar.


Fonte: www.portalangels.com



Ontem (14 de novembro) foi o Dia Mundial do Diabetes. Esse data não é uma bobagem, mas uma forma de conscientizar a população sobre a importância de prevenir e cuidar dessa doença.
Uma coisa que sempre digo aos meus pacientes diabéticos é que deveriam agradecer de terem essa doença dentre tantas doenças que existem. Não sou insensível. Pensem junto comigo. No caso do diabetes, nós podemos controlar na palma das nossas mãos. Basta ter uma alimentação e hábitos de vida saudáveis, além de tomarem algum medicamente caso seja necessário. Pronto. Glicemia ok. Vida que segue normal.

Portanto, vamos pensar numa coisa: A mudança de hoje reflete no futuro. 

Quem é diabético, cuide-se.
Quem não é diabético, cuide-se para que não se torne um.

É isso, pessoal. Recado dado.



Agora vou falar rapidinho sobre o bolo de chocolate diet. Massa ficou super fofa, o sabor especial. Perfeito para o lanche da tarde. É possível retirar o açúcar e comer coisas boas. Que isso seja o mantra de muitos.
Então, segue mais uma receita para a série "Sem Açúcar, Com Sabor".

ENJOY!


BOLO DE CHOCOLATE DIET




  • 3 ovos
  • 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 1 xícara (chá) de adoçante
  • 1 xícara (chá) de óleo
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • 1 xícara (chá) de cacau em pó
  • 3/4 xícara (chá) de água morna

Coloque todos os ingredientes secos em uma tigela e misture. Acrescente os ovos, o óleo, a água morna e misture bem. Coloque a massa em uma fôrma untada e leve ao forno médio preaquecido por 35-40 min.



Nessa nova fase de alimentação saudável posto esse delicioso macarrão que fiz. É prático e o melhor de tudo é que é prato único. 

Enjoy!


  • 4 colheres (sopa) de azeite de oliva
  • 2 peitos de frango cortado em tiras
  • 2 berinjelas cortadas em cubos
  • 8 dentes de alho picados
  • 1 cebola grande picada
  • 1 pimentão vermelho picado
  • 1 lata de tomates sem pele e sem sementes
  • 4 colheres (sopa) de uva passa
  • azeitonas picadas
  • 1 folha grande de louro
  • 1/2 xícara (chá) de vinho tinto seco
  • 400g de macarrão integral
  • gergelim
  • cheiro verde
  • sal a gosto

Deixe a berinjela em cubos de molho por 15 min em água gelada e salgada. Escorra e reserve.
Cozinhe o macarrão até ficar al dente. Escorra e reserve.
Tempere o frango em tiras a gosto. Reserve.
Aqueça o azeite em uma panela, acrescente o frango e mexa até dourar. Junte a berinjela, o alho, a cebola e deixe refogar. Salpique um pouco de sal.
Adicione o pimentão, a lata de tomate, as uvas passas, as azeitonas, o louro e o vinho. Deixe no fogo mais um pouco.
Prove e se for necessário coloque sal e pimenta-do-reino.
Adicione o macarrão ao refogado e acrescente o gergelim. Salpique o cheiro verde e sirva.





Depois de ter tomado a decisão de reduzir a quantidade de açúcar na minha alimentação, comprei o livro "Receitas especiais para diabéticos" da Fiona Hunter & Heather Whinney. Ele é muito bom. As receitas são para a pessoa realizar uma dieta saudável e balanceada, que inclui grãos integrais, carboidratos com baixo índice glicêmico, proteína magra, fibras, laticínios com baixo teor de gordura e muitas frutas e hortaliças.

Resolvi fazer esses biscoitos por ser um substituto das bolachas de água e sal. Eles são saborosos e têm baixo IG (índice glicêmico).


1 receita rende 9 unidades
  • 85g de flocos de aveia finos
  • 4 colheres (sopa) de farinha de trigo integral
  • 1 colher (sopa) de sementes de gergelim
  • 1/2 colher (chá) de sal
  • uma pitada de bicarbonato de sódio
  • 1 colher (sopa) de óleo de gergelim [como eu não tinha usei óleo de milho mesmo]

  1. Preaqueça o forno a 180ºC.
  2. Misture a aveia, a farinha de trigo integral, o gergelim, o sal e o bicarbonato de sódio. Acrescente o óleo e 75 mL de água para fazer uma massa firme.
  3. Sobre uma superfície ligeiramente enfarinhada, abra a massa até que fique com 2mm de espessura e, com um cortador de massa, faça rodelas de 7,5cm de diâmetro.
  4. Leve ao forno por 8-10 minutos ou até dourar. Armazene em um recipiente hermeticamente fechado.

Dados por unidade: 

Valor energético - 72 Kcal
Carboidratos - 11,5g
Açúcar - 0,1g
Fibras - 1g
Gorduras - 2g
Gorduras saturadas - 0,2g
Sal - 0,2g




Olha só que risotão gostoso que eu fiz! Essa receita tem fibras até as tampas. Super nutritiva e saborosa. 

Eu resolvi dar um upgrade utilizando um produto da Mãe Terra que se chama Ritto Prato Feito. Ele é um mix de arroz vermelho, arroz longo, feijão fradinho, lentilha, linhaça, quinoa e gergelim. Mesmo quem não queira fazer a receita, eu recomendo comprar para fazer em casa da forma tradicional que explica na embalagem. 

Esse é um prato único. Excelente para qualquer situação. 

Enjoy!

Até a próxima...



  • 4 colheres (sopa) de óleo
  • 4 dentes de alho amassados
  • 1 cebola grande em fatias
  • 1 pimentão vermelho sem sementes em tiras
  • 1 berinjela cortada em cubos
  • 1 cenoura média cortada em fichas
  • 1 lata de milho verde escorrido
  • 1 colher (chá) de açúcar demerara
  • 2 colheres (sopa) de shoyu
  • 2 xícaras (chá) de "Ritto Prato Feito" cozido (se não tiver substitua por arroz integral)
  • 500g de contrafilé em tiras
  • Cebolinha a gosto
  • Coentro a gosto
  • pimenta-do-reino a gosto
  • Gersal a gosto

Tempere as tiras de contrafilé com gersal e pimenta-do-reino. Reserve.

Deixe a berinjela em cubos ficar de molho em água fria e salgada por 15 minutos. Escorra e reserve.

Aqueça o óleo numa wok (ou qualquer panela grande que tenha em casa). Junte o alho, a cebola e a carne. Mexa bem. Cozinhe até a carne começar a dourar. Acrescente o pimentão,a cenoura, o milho, a berinjela e cozinhe até a berinjela ficar com a polpa amolecida.

Junte o açúcar demerara, o shoyu e deixe apurar por mais alguns segundos. Adicione o Ritto prato feito cozido (ou arroz integral cozido). Misture bem. 
Adicione a cebolinha e o coentro. Sirva.




Pão doce nutritivo. Essa frase resume a receita. Nada de cremes cheios de açúcar e gordura. Ficou muito saboroso.
Para quem estiver com preguiça, pode colocar na máquina de fazer pão. Só colocar no ciclo de pão doce.

Enjoy!



  • 280g de farinha de trigo integral
  • 90g de farinha de trigo
  • 30g de farinha de soja
  • 120g de açúcar mascavo
  • 90g de manteiga
  • 2 ovos
  • 300mL de leite
  • 16g de fermento em pó
  • pitada de sal
  • Gergelim negro (opcional)

Numa vasilha, misture a manteiga, amolecida e cortada em pedaços, os ovos e o leite. Bata tudo com uma batedeira. Acrescente lentamente a mistura de farinha, sal, açúcar mascavo e fermento. Continue batendo a massa até que os ingredientes estejam perfeitamente unidos.
Unte com manteiga e farinha uma fôrma retangular. Despeje a massa.
Asse em forno preaquecido a 200ºC por 1 hora. 

Dica: Sirva o pão com manteiga ou queijo cremosos.




Lembram do leite condensado diet que eu fiz e publiquei a receita aqui no blog? Não? Então clique aqui para relembrar.

Pois bem... Com ele fiz esse delicioso pudim diet. Ficou divino. Massa cremosa e suave. A calda foi feita com frutose. Compra-se em qualquer loja que venda adoçante.

Esse é o meu presente para os diabéticos.

Enjoy!


Massa:
  • 1 receita de leite condensado diet
  • A mesma medida de leite desnatado
  • 3 ovos
  • 1 colher (chá) de amido de milho (para ajudar na consistência. Se não quiser colocar deixe o pudim assando por mais tempo)

Calda:
  • 200g de frutose
  • 50 mL de água

Modo de preparo

Massa: Bata todos os ingredientes no liquidificador rapidamente até misturar tudo. Colocar numa forma untada com margarina. Asse em banho-maria por 1 hora.

Calda: Derreta a frutose com a água em uma panela. Não mexa até obter ponto de caramelo. Cubra o pudim com essa calda.





Vamos aumentar o consumo de fibras ao longo do dia! Como fazer isso? O primeiro passo é substituir alimentos básicos do dia a dia por alimentos que possuam fibras. Por exemplo, trocar o arroz polido pelo integral, inserir o pão integral no café-da-manhã, e utilizar um macarrão integra ao invés do tradicional. Tudo começa pelas nossas escolhas alimentares!

Para quem não sabe as fibras são importantes para o organismo. Elas regulam o funcionamento intestinal, auxiliam no controle da glicemia (taxas de açúcar no sangue), agem de forma positiva na manutenção dos níveis de colesterol, etc.

Por causa disso, fiz essa receita de "Macarrão Integral com Abobrinha e Espinafre". Ficou divino!

Não façam cara de nojinho. Façam e provem. ok?

Enjoy! Até a próxima...


  • 1 molho de espinafre
  • 2 colheres (sopa) de manteiga (se puder usar margarina light que não possua gordura trans)
  • 1/2 cebola picada
  • 1 abobrinha grande, tipo italiana, picada
  • 8 colheres (sopa) de farinha de trigo
  • 2 xícaras (chá) de leite desnatado
  • 1 pacote de 500g de macarrão integral
  • sal e pimenta-do-reino a gosto

Separe as folhas de espinafre dos talos. Lave as folhas e cozinhe-as no vapor por uns 6 minutos. Reserve.
Dilua a farinha de trigo no leite. Reserve.
Cozinhe o macarrão integral até ficar al dente. Reserve.
Em uma panela grande, derreta a manteiga (ou margarina light) e adicione a cebola. Doure um pouco e acrescente a abobrinha picada. Tampe e deixe por 15 minutos, sempre mexendo para não grudar.
Abaixe o fogo da panela e junte essa mistura da farinha diluída no leite.Mexa sem parar até engrossar virar um creme encorpado. Se achar que está muito firme vá adicionando leite até adquirir a consistência desejada. Não pare de mexer.
Adicione o espinafre, o sal e a pimenta. Misture.
Coloque o macarrão dentro desse molho e incorpore bem para que todo o macarrão esteja com molho.
Servir.



Dando uma pausa nas receitas diet, mas em breve volto com mais algumas para dar continuidade à série "Sem açúcar, Com sabor".

Pois bem... Fiz um risoto usando pela primeira vez o arroz arbóreo. Achei que ele dá uma umidade e cremosidade interessantes ao prato. Quem puder deveria comprar para experimentar.

Essa receita que fiz é bem gostosa. Além de não usar ingredientes muito difíceis de ter em casa. Por ser um prato único é bom de fazer quando se está com preguiça de pensar em acompanhamentos, guarnições e pratos principais.

É isso, meu povo. Enjoy!

  • 400g de arroz arbóreo
  • 3 colheres (sopa) de manteiga
  • 2 colheres (sopa) de azeite
  • 1 copo de vinho branco
  • 1 folha de louro
  • 1,2 L de água fervente
  • 1 cubo de caldo de galinha
  • 1,5 kg de peito de frango cortado em cubos médios
  • 1 xícara (chá) de molho de tomate
  • sal
  • salsinha
  • 1 cebola picada
  • 1 lata de ervilha
  • 1 tomate picado
  • queijo parmesão ralado

Modo de preparo:
  1. Dilua o caldo de galinha na água fervente.
  2. Refogue o arroz em 2 colheres (sopa) de manteiga e no azeite.
  3. Depois junte o vinho e mexa.
  4. Acrescente a folha de louro.
  5. Coloque uma concha de água (em que foi diluído o caldo) neste refogado e vá mexendo.
  6. Assim que perceber que o caldo secou, repita a operação. Faça isso por umas 5 vezes nos primeiros 15 minutos.
  7. Retire o arroz da  panela e coloque numa travessa. Reserve.
  8. Refogue a cebola picada no azeite e em seguida coloque os pedaços de frango.
  9. Coloque um cálice de vinho e o molho de tomate.
  10. Tempere com a salsinha.
  11. Quando o frango estiver cozido, acrescente o arroz reservado. Mas lembre de retirar a folha de louro.
  12. Acrescente 3 conchas do caldo e torne a mexer.
  13. Coloque mais caldo quando secar até completar 7 a 8 minutos.
  14. Mexa o tempo todo para não agarrar no fundo.
  15. Desligue o fogo.
  16. Coloque o tomate picado, a ervilha, 1 colher de sopa de manteiga e o queijo parmesão.
  17. Servir.





Eu amo bolo de cenoura. É um dos meus favoritos. Por este motivo estava com receio da versão diet não suprir as expectativas e eu ficar lamentando querer comer a versão original. Mas, felizmente, o bolo de cenoura diet é MARA! A massa ficou fofinha, suculenta como deve ser. A cobertura também não deixou a desejar.

É isso aí pessoal. SEM AÇÚCAR, mas COM SABOR.

Enjoy!



Massa:
  • 4 ovos
  • 1/2 xícara (chá) de óleo
  • 2 cenouras picadas (com casca)
  • 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 1 e 1/2 xícara (chá) de adoçante culinário para forno e fogão
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó

Cobertura:
  • 2 colheres (sopa) de cacau em pó
  • 2 colheres (sopa) de adoçante culinário para forno e fogão
  • 1 colher (sopa) de margarina
  • 1 colher (sopa) de amido de milho
  • 1/2 xícara (chá) de leite desnatado

Modo de Preparo:

Massa
  1. Lavar bem as cenouras, porque vamos usá-las com casca [assim aumentamos a quantidade de fibras]. Picá-las grosseiramente.
  2. Bater, no liquidificador, os ovos, o óleo, as cenouras e o adoçante.
  3. Numa bacia, colocar a farinha de trigo, o fermento em pó e a mistura do liquidificador.
  4. Bater bem até obter uma massa homogênea.
  5. Colocar a massa numa fôrma untada e enfarinhada.
  6. Levar ao forno preaquecido, 180ºC, por 35 minutos.

Cobertura
  1. Numa panela, misturar todos os ingredientes.
  2. Levar ao fogo baixo até engrossar.
  3. Colocar no bolo ainda quente.



O  leite condensado surgiu, em 1820, como resultado de uma pesquisa de esterilização e conservação de alimentos. Porém só virou o xodó da população, em 1940, devido a escassez de açúcar e acabou sendo substituto do leite em diversas receitas de sobremesas. Neste momento começou a tragédia de todos nós... Viramos completos dependentes do leite condensado. Muitos sofrem ao pensar ficar sem ele. Muitos deprimem por não poderem "mamar" naquela latinha com a figura daquela moça azulada na embalagem.

Mas todos os problemas acabaram! Da mesma forma que inventaram o leite condensado, criaram uma receita de leite condensado diet. Perfeito para quem quer saborear brigadeiros, pudins, musses e não sabia como evitar grandes quantidades de açúcar no sangue. Esse leite condensado diet pode ser usado para fazer qualquer tipo de preparação que seria usado o leite condensado tradicional. 

Claro que se alguém quiser pode comer uma colherada. Ele é muito saboroso. Mas por ser feito com leite em pó o sabor dele predomina bastante. Por isso não fica idêntico ao do leite condensado. Eu até achei que ficou melhor!

A série "Sem Açúcar, Com Sabor" continua... Até a próxima.

Enjoy!


  • 1 copo (135g) de leite em pó desnatado
  • 1/2 copo (125 mL) de água fervente
  • 1/2 copo (20g) de adoçante culinário para forno e fogão
  • 1 colher (sobremesa) de margarina light

Modo de Preparo:
  1. Misturar o leite em pó na água fervente. Mexer até diluir completamente o  leite em pó.
  2. Colocar o leite em pó diluído na água fervente no liquidificador. 
  3. Acrescentar os demais ingredientes. 
  4. Bater, sem parar, por 7 minutos. Só assim ele vai pegar consistência.
  5. Colocar num pote com tampa.
  6. Levar à geladeira. Só usar no dia seguinte. Vai ficando cremoso conforme as horas passam.






Isso aí pessoal. Existe uma luz no fim do túnel... Paçoca Diet para os aficionados por esta iguaria tipicamente junina!
Não há diferença entre uma paçoca feita com açúcar. Além disso, é extremamente simples. 
Minha avó, que é diabética, adorou! E meu pai, que não é diabético e é uma formiga, amou! Vale ressaltar que ele nem percebeu a diferença.  Não contei para ver se sentiria alguma mudança no sabor. Quando contei que era diet foi uma surpresa.

Essa é mais uma receita da série "Sem Açúcar, Com Sabor". Enjoy! 

Até a próxima...

  • 2 xícaras (chá) de amendoim torrado e sem pele
  • 1/2 xícara (chá) de leite em pó
  • 3 e 1/2 colheres (sopa) de adoçante culinário para forno e fogão
  • 5 colheres (sopa) de leite desnatado

Bata, em um liquidificador ou processador, o amendoim, o leite em pó e o adoçante. Só pare de bater quando tiver obtido uma farofa.
Coloque essa farofa em uma bacia. Adicione o leite desnatado e amasse  até obter uma massa úmida.
Forre uma vasilha retangular com papel-filme. Despeje a massa. Pressione-a sobre o refratário com o auxílio das mãos e nivele. Cubra com papel-filme. Leve à geladeira por 1 hora.
Corte em quadradinhos.
Guarde em um pote fechado.

Fonte: www.comidasereceitas.com.br

Muitos profissionais de saúde falam na famosa alimentação saudável. Mas esquecem de dizer em como transformar tantas recomendações em uma refeição saborosa.
Então, como nutricionista, resolvi fazer um prato que levasse arroz integral e berinjela... Estou provando que é possível comer coisas saudáveis e gostosas.

Acho importante dizer a vocês o motivo do arroz integral ser melhor que o arroz branco. Aposto que já ouviram isso alguma vez na vida. Então lá vai a explicação...


ARROZ BRANCO X ARROZ INTEGRAL

O arroz branco é o arroz que foi polido, ou seja, foi removida a casca, o germe e muitos de seus nutrientes. Por causa desse polimento o arroz mudou de aparência, ficou com sabor mais suave e os grãos mais macios. 
O arroz branco é rico em carboidratos e pobre em proteínas

O arroz integral é o grão descascado, porém não é polido. Portanto, preserva os nutrientes. Tem sabor amendoado, textura fibrosa e precisa de um cozimento mais longo.
O arroz integral possui proteínas, sais minerais (ferro, fósforo e cálcio), vitaminas do complexo B, fibras e maior quantidade gordura (mas essa gordura faz bem ao organismo).

Não há diferença significativa quanto ao valor calórico entre os 2 tipos de arroz: 100g de arroz branco possui 128 kcal e 100g de arroz integral possui 124 kcal.

Mas o arroz integral é mais saudável e é rico em fibras. Por isso é um alimento importante para o funcionamento intestinal, além de trazer outros benefícios para a saúde.


É isso pessoal.

Enjoy!


  • 2 xícaras (chá) de arroz integral cozido
  • 1 berinjela grande picada
  • 1 cebola média fatiada
  • 1 xícara (chá) de queijo parmesão ralado
  • 3 ovos batidos
  • cheiro verde a gosto
  • 5 colheres (sopa) de azeite
  • 1 tomate em rodelas
  • 1 colher (chá) de alho picado
  • orégano e sal a gosto

Deixe a berinjela de molho na água e sal por uns 15 minutos para perder o amargor. Escorra. Em uma panela, coloque 2 colheres (sopa) de azeite, o alho e berinjela. Salpique um pouco de sal e refogue a berinjela.
Misture numa bacia todos os demais ingredientes e a berinjela refogada.
Coloque num refratário, untado com margarina, a massa de arroz com berinjela. Disponha os tomates em rodela. Salpique o orégano. Regue com o restante do azeite.
Leve ao forno preaquecido, 180ºC, até dourar.





Por ser nutricionista e já ter atendido muitos diabéticos, percebo que uma das principais angústias deles é acharem que vão ter que parar de comer tudo que é saboroso nessa vida. Isso não é verdade.
Além disso, parece que o adoçante é sinônimo de amargor. Outra coisa que não é verdade.
Pensando nisso tudo, resolvi começar hoje uma série de receitas focada nesse público. Vou batizá-la de "Sem Açúcar, Com Sabor".

Para adoçar as tardes um delicioso bolo rústico de maçã diet. Massa super fofa! 

recomendo para quem é ou não é diabético. Até porque ninguém precisa de excessos de açúcar. A nossa saúde agradece.

Enjoy!


  • 4 maças grandes descascadas
  • cascas das 4 maçãs
  • 1 xícara (chá) de óleo
  • 5 ovos
  • 4 colheres (sopa) cheias de adoçante culinário [são aqueles que vem escrito "para forno e fogão" no rótulo]
  • 4 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 1 e 1/2 colher (sopa) de canela em pó
  • 1 e 1/2 colher (sopa) de fermento em pó

Lave as maçãs e descasque-as. 
No liquidificador, bata as cascas das maçãs, os ovos, o óleo e 2 colheres (sopa) de adoçante. VAi obter um líquido homogêneo. Reserve.
Pique as maçãs em cubos pequenos.
Coloque numa bacia as maçãs picadas. Polvilhe sobre elas as 2 colheres (sopa) restantes de adoçante e a canela em pó. Misture. Acrescente a farinha de trigo e o fermento em pó. Misture novamente.
Junte o líquido do liquidificador. Misture bem. Vai ter uma massa dura e seca. Não pense que deu errado, é isso mesmo.
Coloque a massa numa fôrma untada e enfarinhada.
Asse em forno preaquecido, 200ºC, por 35 minutos ou até dourar.



Frango suculento e ultra mega power rápido de fazer. Perfeito para quem não quer perder nenhum pedaço da novela Avenida  Brasil... OI OI OI

Até o Adauto conseguiria preparar esse filé de frango gratinado. Vale a pena experimentar.

Por hoje é só pessoal.

Enjoy!


  • 1 kg de filé frango
  • 1 pacote de creme de cebola ou sopa de cebola
  • 1 vidro de leite de coco
  • 1 copo de requeijão
  • 1 caixinha de creme de leite
  • 2 colheres (sopa) de mostarda
  • 1/4 xícara (chá) de vinho branco seco
  • pimenta-do-reino a gosto

Temperar os filés de frango com o creme de cebola (ou sopa de cebola). Esfregar bem em todos os filés. O ideal é que os filés não sejam muito grossos, porque assim o tempero pega por igual por todo o frango.
Colocar os filés num refratário. Reservar.

Misturar todos os demais ingredientes até obter um creme homogêneo. Despejar sobre os filés de frango (que já estão na assadeira). 

Levar ao forno médio (180ºC), preaquecido, por 35 minutos ou até gratinar.





"Ovos, ovos, muitos ovos, milhares de ovos nós vamos pintar (...)".

Sempre que vou fazer alguma receita com ovos vêm à minha mente uma canção de uma história infantil que ouvia nos meus tempos de criança... A fábula "Os coelhinhos da páscoa" fazia parte de uma coleção de disquinhos que encantaram a minha infância. 
Se alguém ficou curioso, vou deixar disponível aqui abaixo. Eu recomendo que vocês mostrem para seus filhos. Vamos alimentar a mente e a alma da gurizada.




Pois bem.... Essa omelete é a salvação da lavoura nos momentos de crise doméstica. Rapidinho e gostoso. Quebre ovos, abra latas, misture tudo e ponha para assar. Nada de fritura! Melhor impossível.

Enjoy!


  • 5 ovos
  • 100g de mussarela picada
  • 1 lata de seleta de legumes
  • 1 lata de atum
  • 1 colher (sopa) de farinha de trigo
  • 1 colher (chá) de fermento
  • 1/2 xícara (chá) de leite
  • alho desidratado (opcional)
  • cebola desitratada (opcional)
  • sal
  • pimenta-do-reino
  • salsa picada
  • orégano
Bata os ovos e adicione os demais ingredientes. Misture tudo. Unte um refratário com margarina. Ponha a mistura e leve para assar em forno preaquecido, 180ºC, por 30 minutos.





Nesta semana fui ao restaurante japonês Katsuo, no Rio de Janeiro, e optei por provar uma combinação um tanto estranha para mim... Camarão com abacaxi ao molho branco. Não fui às cegas, porque um amigo havia recomendado este prato. Ele foi tão incisivo que escolhi aventurar-me.

Nunca na minha vã filosofia poderia imaginar que camarão e abacaxi poderiam estar numa mesma preparação e dar certo. Não dá certo mesmo, dá muito certo! É maravilhoso. Fiquei tão extasiada que resolvi tentar fazer em casa. Achei uma receita bem legal no site Almanaque Culinário e inspirei-me nela.

A família ficou ressabiada com essa pitoresca mistura de crustáceo e fruta, porém depois da primeira garfada já havia conquistado o estômago de todos.

Uma coisa positiva dessa receita é que rende absurdamente bem. Com 1,0 kg de camarão fiz uma refeição para 8 pessoas comerem bem.

Façam, pessoal. Deixem o preconceito de lado.

Enjoy! Até...


CAMARÃO COM ABACAXI AO MOLHO BRANCO
  • 1,0 kg de camarão limpo (sem cabeça, rabo, tripa e casca)
  • 1 e 1/2 abacaxi grande picado
  • 2 xícaras (chá) de molho branco
  • 1 caixinha de creme de leite
  • 1 pacote de queijo parmesão ralado (100g)
  • 4 colheres (sopa) de azeite
  • 2 colheres (sobremesa) de amido de milho
  • sal a gosto
  • curry
  • 4 dentes de alho

Tempere os camarões com curry, sal e alho. Reserve.
Numa frigideira, coloque o azeite e depois que esquentar acrescente os camarões. Em fogo baixo, doure os camarões. Assim que todos estiverem dourados, adicione o abacaxi picado. Deixe cozer por 3-4 min em fogo alto.
Acrescente o molho branco e o creme de leite com amido de milho. Misture e deixe engrossar um pouco. Mexa para não agarrar no fundo.
Coloque todo o conteúdo da panela num refratário. Salpique o queijo parmesão e leve ao forno preaquecido, 220ºC, para gratinar.
Servir com arroz branco.




Sempre podemos ser surpreendidos (até mesmo das coisas mais improváveis).  Para mim fricassê de frango era uma receita estática. É isso e ponto final.
Porém nessas minhas incursões cibernéticas descobri uma possibilidade de dar uma nova cara para o fricassê [lá no site Receitas.com].
Eu adorei! Receita sem erro.

Enjoy!

  • 3 peitos de frango sem pele
  • 2 xícaras (chá) de polpa de tomate
  • 4 colheres (sopa) de azeite
  • 1 cebola picada
  • 5 dentes de alho picados
  • 2 folhas de louro
  • 1 caixinha de creme de leite
  • 1 copo de requeijão
  • 300g de mussarela fatiada
  • sal a gosto

Modo de Preparo:
  1. Em uma panela, coloque o azeite, a cebola e o alho. Refogue. 
  2. Assim que a cebola ficar transparente, acrescente os peitos de frango.
  3. Doure os peitos de frango.
  4. Adicione a polpa de tomate, as folhas de louro e o sal. Misture bem para que os ingredientes fiquem bem distribuídos. 
  5. Adicione água. Não precisa ser muito. O suficiente para cobrir os peitos de frango. Lembre-se que eles não vão praticar nado sincronizado, portanto não é para eles ficarem boiando na água.
  6. Deixe cozinhar por aproximadamente 20 - 25 minutos. Mexa de vez em quando para que o frango não grude no fundo da panela.
  7. Depois que o frango estiver cozido, espere esfriar um pouco e desfie. Pode desfiar grosseiramente.
  8. Reserve o molho que ficou na panela;
  9. Coloque numa assadeira o frango desfiado, o creme de leite, o requeijão e misture bem. 
  10. Acrescente o molho reservado (aquele que ficou na panela). Mas não precisa colocar tudo. Vá acrescentando até ficar com uma cor que você goste. Eu deixei mais ou menos vermelho. Não deixe de pôr molho, porque ele dá um sabor especial.
  11. Cubra com as fatias de mussarela.
  12. Leve ao forno para gratinar.
  13. Depois que o fricassê sair do forno, pode colocar batata palha sobre o queijo derretido. Dá um upgrade na preparação. 










Essa é uma das minhas sobremesas favoritas. O pior de tudo é que é muito simples de fazer! Pior mesmo, gente. Essa receita é simples e com um preparo super rápido, então quando eu lembro da dieta já comi uns dois pedaços.
A queijadinha de assadeira é divina. Não há como não gostar. Ela fica cremosa, porém firme. Então você pode cortar em quadradinhos e servir de forma bem elegante. Ou então faça como eu, nos dias de preguiça, coloque o tabuleiro sobre a mesa e salve-se quem puder.

É isso, pessoal. Enjoy!



QUEIJADINHA DE ASSADEIRA
  • 1 lata de leite condensado
  • 1 xícara (chá) de leite
  • 3 ovos
  • 2 colheres (sopa) de farinha de trigo
  • 1 pacote de coco ralado (100g)
  • 1 xícara (chá) de queijo ralado
  • 1 colher (sopa) de manteiga
  • 1 colher (sopa) rasa de fermento em pó

Bata o leite condensado, os ovos, o leite, a farinha de trigo, o queijo ralado e a manteiga (pode usar batedeira, mix, liquidificador ou as próprias mãos. O negócio é bater até adquirir uma massa homogênea).
Junte o coco ralado e bata novamente. Adicione o fermento em pó e mexa até agregar bem.
Unte um tabuleiro ou refratário com margarina e polvilhe açúcar. Coloque a massa e leve ao forno preaquecido, 150ºC, por 20 minutos e a 180ºC até dourar.





Esse macarrão é feito em 15 minutinhos... É fazer e comer! Satisfação garantida.

Basta ter em casa os seguintes ingredientes:

  • 1 pacote de macarrão de 500g (eu usei tipo ninho)
  • 1 caixinha de molho branco pronto
  • 1 caixinha de creme de leite
  • 3 gemas
  • sal a gosto
  • 1/4 xícara (chá) de queijo ralado

Colocar o macarrão para cozinhar até ficar al dente. Escorra e coloque num refratário.
Paralelamente, você coloca numa panela os demais ingredientes. Leve ao fogo até começar a ferver. Não deixe de mexer para não grudar no fundo ou talhar. Apague o fogo e jogue sobre o macarrão.
Misture o macarrão já cozido ao molho. Polvilhe queijo ralado e sirva.

Enjoy!