Cuscuz Branco

 Oi pessoal,

Semana muito conturbada, mas dizem que "não há mal que sempre dure, nem bem que nunca se acabe". 
Então para adoçar esses dias, segue uma receita de família. Esse cuscus branco é uma das iguarias da minha avó. Não há quem prove e que não peça bis.

Desejo a todas as mães, futuras mães e aos filhos (as) um deliciosa e prazeroso Dia das Mães. Além disso, desejo a minha mãe [que eu amo muito], um Feliz Dia das Mães [ao meu lado, é claro].

Beijos. Enjoy!


  • 250g de tapioca
  • 3/4 xícara (chá) de açúcar
  • 1 litro de leite [talvez tenha que usar mais. Depende da consistência da massa]
  • Coco fresco ralado
Misturar a tapioca, o açúcar e o leite. Levar ao fogo, mexendo até engrossar. Se estiver muito grosso, acrescentar um pouco de leite. Não pode deixar de mexer, porque pode empelotar. Assim que estiver em consistência de mingau, apagar o fogo e colocar a mistura numa travessa. Cobrir com o coco ralado fresco e deixar esfriar. No momento de comer, colocar uns fios de leite condensado.

5 comentários:

  1. Oi Carol,
    que delicia esse cuscous, fiquei cheia de vontade de provar! :) beijos

    ResponderExcluir
  2. Cuscuz é aquela coisa branca misturada com leite fervente, açúcar e leite condensado misturada com coco, como diz a receita...
    O problema é saber de onde vem e o que é aquela coisa branca: a tapioca.
    Nunca vi uma tapioqueira ou um pé de tapioca.
    Descobri que tapioca é uma palavra Tupi que significa Typy (tirar, arrancar) Oka (casa) "tirar de dentro", "arrancar da casa", espremer ou coágulo.
    Então, pode-se supor que os índios pegavam a mandioca, ralavam a raiz e espremiam a coisa até ficar aquela pasta que, depois de seca, virava fécula, povilho doce, goma etc.
    Aquelas pedrículas branquinhas é o resultado do esmagamento do aipim e levou o nome de tapioca porque não tinham outro nome para dar para aquilo. Aliás os índios gostavam de facilitar as coisas porque se fosse um dos pesquisadores de hoje em dia a tapioca se transformaria em feculanóidemadiocalemiante ou gomis radix aipinus (goma da raiz do aipim). Cá entre nós taipoca é mais fácil de falar.
    Fazer uma mistura de tapioca com coco dá a taipocumcoco que seria o mineirêz de beiju (viu como o índio facilita tudo?)
    Adoro cuscuz branco...
    E também do amarelo que o pessoal do nordeste faz com fubá de milho (fubá é uma palavra africana que significa farinha).
    Muito curioso fui procurar o que significava cuscuz, que já possui uma conotação erótica, e resolvi deixar para lá porque a coisa é, realmente, erótica...
    Definição: "o cuscuz é um prato originado do Maghreb, região do Norte de África e não é um cereal, mas um derivado do trigo que corresponde ao endosperma misto ao leite".
    Parei por aí...
    A partir de hoje seguirei os mineiros e comerei tapiocumcoquileitedoce!!!

    ResponderExcluir
  3. Se não tiver o coco ralado fresco, pode ser o de saquinho, que vende no mercado mesmo?

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Oi Tati,
    pode usar o coco ralado de saquinha sim. Mas deve hidratá-lo.

    ResponderExcluir